Quero seguir esse blog!

segunda-feira, 4 de junho de 2018

Naturezas diferentes? Antagônicas? Semelhantes? Complementares?




Aquatv


Naturezas diferente? Antagônicas? Semelhantes? Complementares?

              O vídeo coloca-nos diante uma situação hibrida, onde, de um lado a água passa pela abertura do rego, criando–nos uma imagem no formato que estamos acostumados a ver diariamente, retangular, ou seja, o formato dos monitores de televisão ou computador (que se encaixa bem à proposta de vídeo-arte), hipnotizando-nos. Uma imagem que nos conduz ao niilismo, ou seja, procura esvaziar o pensamento pela contemplação, deixando-nos absorvidos apenas pelas sensações, ou seja, o som e a imagem da água. Ideia semelhante do zen-budismo de fazer a mente caminhar para a ausência do pensamento, para atingir o nada absoluto, o nirvana. Por outro lado e antagonicamente os sons que se houve próximo são de uma festa - "churrasco" onde as vozes, risadas, gritos de pessoas embriagadas, alteradas, contrastam com o som e a imagem da água, passando serena, levando-nos a pensar na sociedade contemporânea, em seus sentimentos e valores, criando ai um outro niilismo, o niilismo sociológico, ou seja,  fazendo-nos mergulhar num vazio de si mesmo, não fazendo muito sentido as nossas ações.

          Assim como, também, são a maioria dos canais da TV aberta e a realidade que eles retratam. Com conteúdo vazio que nos leva a um nada. Um retrato em movimento da sociedade, apresentada nos monitores de TV diariamente das residências brasileiras.

        Ficam perguntas no ar:

     Estamos aqui pelo mesmo sentido das águas, das pedras, etc?

             Pelo sentido de tudo que o ser humano criou?

      Ou sem nenhum sentido? mergulhados em tantos sentidos? O nada?...?

O que seria?...?

(Antigas questões da humanidade...)

sábado, 26 de maio de 2018

"VILA BOEMIA"

PARA O NOSSO CLUBE DO VINHO

Capa do livro CALEIDOSCÓPIO de Nely Cyrino de Mello


LANÇAMENTO EM 12 DE ABRIL DE 2018

EXPOSIÇÃO NO CENTRO CULTURAL PALACE -18ª FEIRA DO LIVRO DE RIBEIRÃO PRETO








EXPOSIÇÃO NA PROGRAMAÇÃO DA 18º FEIRA DO LIVRO DE RIBEIRÃO PRETO 
DE 19 A 27 DE MAIO
"AS HISTÓRIAS QUE AS OBRAS DE ARTE CONTAM E AS LEITURAS QUE A GENTE FAZ"

RELEITURA DE CÂNDIDO PORTINARI




PROGRAMA ENREDO COM RENATA CANALES - SOBRE VERMEER


sábado, 18 de março de 2017

AUTO RETRATO EM VÁRIOS PERÍODOS




                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                     


         

sábado, 10 de dezembro de 2016

RESTAURAÇÃO FINALIZADA: TELA "O CAMINHO" DE D. BIAJOR






                                                              


           




               
 


                                         

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

DORME A CIDADE



DORME A CIDADE, SILENCIOSA
O ARTISTA DESENROLA AS ONDAS DA VIDA EM SUA TELA
SILENCIO INTERIOR PROFUNDO 
MADRUGADA ADENTRO...
O SONHO DE DENTRO SE ENTRELAÇA 
COM O SONHO QUE SE REALIZA NA TELA
TORNANDO DOCE A REALIDADE
E O VIVER PRAZEROSO

A OBRA CHEGANDO AO FIM
ULTIMAS PINCELADAS
MENTE LIMPA, AREJADA, PURA, RENOVADA
A VIDA COMEÇA AGORA...!?
ACHO QUE SIM!
SEM PROBLEMAS, DORES, DESILUSÕES

OBJETOS COLECIONADOS ESPALHADOS PELO ATELIÊ...
CADA UM CONTA UMA HISTÓRIA 
OS LIVROS... A MUSICA SUAVE... O SONHO...
MEMORIAS DE SENTIMENTOS PUROS DA INFÂNCIA
SENTIDO-OS ASSIM NESSE MOMENTO

UM TIMIDO RAIO DE SOL  PENETRA PELA FRESTA DA JANELA
NÃO É MAIS NOITE
MAS AINDA NÃO É DIA
ONDE ACABA A FANTASIA?
ONDE COMEÇA A REALIDADE?
NÃO SEI!

A VIDA É ASSIM...
FELIZ...!

ZZZZZZZZZZZZ!

MIGUEL ANGELO

domingo, 30 de outubro de 2016

ARTE DIGITAL: CACHORRO MAGOADO E PINTURA: "CACHORRO ALADO"

A remela de tinta escorrida no
chão na beira da sarjeta 



































Acerto minimo no Paint. o olho foi foi tirado
da remela a direita
.


OBRA: " CACHORRO ALADO ABANA O RABO" - 199







PROCESSO CRIATIVO: ARTE DIGITAL E PINTURA - TEMA: LOBO

Ponto de partida: encontrar a figura ao acaso
                                                     
2º passo: fotografar a figura de frente 


Dar tratamento digital, no Paint mesmo, eliminando minimamente o que não quer e acrescentando também minimamente o que vislumbrou ao ver a imagem no chão 

Na tinta jogada aleatoriamente na tela como nessa minha obra de 1995 e depois enquadrar uma figura percebida no caos colorido com alguns toques aqui e ali, não difere muito do processo criativo fotográfico/digital. Com a unica diferença que nesse ultimo achamos pronto e demos um toque e na pintura tivemos que no "jogar as tintas" procurar ser como a natureza, ou seja, criar o efeito aleatório para posteriormente modelar com as tintas a percepção figurativa.

Mesma situação da obra acima com alguns elementos a mais. Descubra-os pelo titulo: "Lobo mau, come animal" - ano 1994