Quero seguir esse blog!

terça-feira, 30 de junho de 2009

FOTO ARTE - Achado pronto - Ready Made


Gato amassado no asfalto


Residuos de uma Havaianas


Fios em cima da mesinha do bar na esquina


Numa mesa de carteira escolar

As vezes a ARTE já esta pronta, basta ter olhos para achar

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Olhem o estado dessa esculturas do Thirso!




Isso porque esta na porta da Casa da Cultura!

O Prof Palocci! pelo descuido que esta a Casa da Cultura de nossa cidade


Escultura do Thirso Cruz

Esse brilho nos labios tem no original, não é de chuva nem passarinho

Alguém esta babando de raiva! Sabe quem e por que?


Sabe quem esta com raiva ?

Pintando com a luz


Desenho com a luz / duas postagens antes era desenho com a sombra

O concreto e o abstrato


O concreto e o abstrato. Dá o que pensar!

Desenhando com a sombra


Grande desenhista!

Coincidencias do Paraiso! Adão!

Foto-arte - Sombras

Quem será esse gigante?
Talvez de paciencia


Incidencia do sol em final de tarde em oficina numa escola em Pontal


Na utilização das imagens de
meus quadros e minhas fotos,
solicito que se coloque os creditos
de autoria: Miguel Angelo Barbosa

domingo, 28 de junho de 2009

Seguindo a Nuvem

Seguindo a nuvem - fotos ao vir de Pradópolis para Ribeirão - na ordem: a primeira tirada um pouco antes de chegar em Dumont e na sequencia chegando no anel viário - até encontrar com ela, ou seja, ficar debaixo dela, nas proximidades da av Jõao Fiuza. Da primeira foto até a ultima percorri em torno de uns 30km, de 15 a 20 minutos até me deparar com a sua localização, dando tempo de não se desfazer totalmente, preservando ainda partes de seu formato inicial . A surpresa foi ver em cima de onde ela estava. Da estrada não dava para imaginar.

Anjos do nôno - Serafim D'Alonso


Ancestrais artisticos- meu avô Serafim D'Alonso, imigrante italiano, pai de minha mãe, fazia esculturas para colocar no alto das fachadas das casas, as vezes nos frontões das janelas, como nesse caso aqui de uma casa ( já demolida) na rua Marechal Deodoro, em Ribeirão Preto, entre a rua Americo Brasiliense e São Sebastião. Um anjo é a minha mãe e o outro uma tia

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Ainda: Ateliê da Juventude

Mundo fechado,
Amuado, colorido,
Separado.
A fuga para o insólito, o literário, o onírico.

Cavaleiro quixotesco a procura de aventuras imaginárias.
O céu conta lindas estórias pelas nuvens.

A terra, material, carnal, existencial: feito de pinceis, tintas, ...longos silêncios, musicas angelicais e estridentes.
Em tudo pode se enxergar o absurdo e o cômico,
Recorte de um tempo único, que pretendeu na tela e nas tintas ser eterno.

Miguel Angelo Barbosa

Ateliê da r. Pedro Bartolomeu

ATELIÊ DA JUVENTUDE


Este quadro é uma referencia ao o lugar que alojei meu ateliê quando jovem, era um quartinho no fundo da casa assobradada, espaço que meu pai construíra na varanda do fundo da casa, dividindo-a com um biombo de madeira, improvisando assim um espaço o qual me isolava do mundo .
Por ser um sobrado e ficar mais alto, o céu estava sempre presente da visão do ateliê, motivo das nuvens; para esconder as paredes nuas de madeira pregava vários recortes de revistas, inclusive algumas de mulheres nuas, que na época descobriam apenas algumas partes; a cabeça de Van Gogh caída sobre a mesa era uma escultura em madeira que estava trabalhando; a escultura da grávida, ao centro, em branco, havia ganho de uma amiga, que por acidente deixei-a quebrar, para reparar o meu dano, coloquei-a no quadro; O quadro pendurado no céu era uma pirogravura entalhada na madeira, tendo o original, portanto apenas a cor de madeira queimada, no entanto na pintura ele cria a cor do real, a qual ele não tinha; o violão era objeto obrigatório e permanente assim como um aparelho de som marca Grudwing que tocava meus vinis da época; o gato surgiu do imaginário e o balão de gás com um rosto festivo indica o mundo de fantasias que vivia.
Na verdade era meu lugar de imaginar e sonhar com a vida. Assim como no quadro, que possui uma certa atmosfera surreal, sonhadora. Na verdade, era tanto investimento na parte subjetiva que muitas vezes a realidade e a fantasia se confundiam.

Miguel Angelo Barbosa

Ateliê da r. Antonio Achê, sequencia da criação do quadro






Painel SESC, Cem anos imigração japonesa


Desenho transformado em painel, exposição SESC

Painel no Shopping


Desenho transformado em painel

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Arumã - 1976

Essa foto deve ser de 1976, em inauguração exposição na galeria Arumã em Ribeirão Preto, da esquerda para direita: Raul Machado, Mario Moreira Chaves, Miguel Angelo (com 20 anos) Professor Antonio Palocci, Vicente Theodoro de Sousa e Erasmo de Sousa

Momentos felizes - Exposição S.A - 1998


Vera(UNIART), D. Vera (Pedro)
e Fabio Martins no primeiro plano,
ao fundo Mirinho e
Pedro Manuel conversando

Exposição no SESC - 1998

Nenhum de cabelo branco ainda!
Eurico....saudades, meu irmão!

Eurico Rezende (centro)
Waldomiro Sant'anna (direita)

Brodowski


Eu pintando um Cristo com
todas pinceladas em cruz na
entrada do cemitério de
Brodowski

Ateliê da Americo Brasiliense


Foto: Fabio Martins

WASHINGTON LOPES EM PERFORMANCE NO ATELIÊ MIGUEL ANGELO.

Como pendurar um quadro na parede

domingo, 21 de junho de 2009

Alguns Desenhos



Sumô


Encontro





Descansando





Pegando no laço





Hippie Hurra





Trigêmeos diferentes


A mulher e a lua





Três figuras



Bandinha



Passeando no shopping