Quero seguir esse blog!

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

CÓPIA DO NATURAL...MENTAL


O ponto de partida foi olhando e pintando ao ar livre essa paisagem com essa imensa arvore que surgia a distancia à frente de um canavial, ficou muito tempo guardado parado, sem terminar. Então distante no tempo e espaço mas, próximo na memoria, fui traduzindo esse tempo e espaço para o presente através de cores e formas frescas, restaurando a verdejante feliz memoria do lugar. 

2 comentários:

  1. Lindo trabalho !
    Composição ,forma e cores ...pura harmonia !
    Parabens !

    ResponderExcluir
  2. Eis um belo paradigma de "arte pura". O trabalho não se limita a copiar literalmente o real, a natureza. Constrói, desconstrói, reanalisa, reinterpreta. E, de uma simples árvore (por significativa e bonita que possa parecer, e é), surge uma "construção" verdadeiramente criativa, forte, vibrante e poderosa. É a "visão" do artista daquilo que lhe serviu de modelo, que externou de forma muito particular e convincente. Marcos Moreira - 28/08/2013

    ResponderExcluir