Quero seguir esse blog!

sábado, 14 de novembro de 2009

SOB PRESSÃO – por Miguel Angelo Barbosa


Copyright by Miguel Angelo Barbosa

Dosagem mensal


Dosagem semanal

Retratos da vida contemporânea, onde o tempo, espaço e modus vivendi ficam comprimidos.

Comprimidos para aliviar a pressão, arterial (alta).
Fabricados sob pressão das máquinas.
Retirados sob pressão dos dedos.
E para despressurizar um pouco
Uma brincadeira sob pressão.
Uma carinha oprimida para cada dia
Do remédio de pressão.
Não precisa ficar em depressão
É só para descontração
Artes em exibição.

Observação: (É poesia?)
(Não sei não!)


Obs2:
Carinhas modeladas nos bojos de meu remédio de pressão (Micardis) depois de retirados e ingeridos diariamente.
Obs 3:
Em exposição na Escola Bauhaus - Ribeirão Preto - SP
Copyright by Miguel Angelo Barbosa

6 comentários:

  1. Parabéns, Miguel. Muito engenhoso, criativo. Depois dessa transformação de um "resíduo" em arte, com certeza você se "despressurizou"...
    Sua preocupação foi absorvida pelas carinhas, e ainda delas saiu um poema!
    Um abraço,
    Stella Mello

    ResponderExcluir
  2. Miguel, se dado me fora falar pelo outro, aquele Miguel Angelo também do David e de tudo o mais, ao contemplar teu tão original, confidencial, eloqüente testemunho, SOB PRESSÃO, a partir dos mínimos nichos de comprimidos, onde residem os neo-mosqueteiros, esgrimantes contra hipertensões, repito, diria: Como não pude fazer nada, criando sobre esses benditos casulinhos do remédio de pressão alta?

    Fabio

    ResponderExcluir
  3. Oi Miguel.Fiquei "impressionada". Senti uma certa "compressão" e com "pressa" resolvi dizer que achei muito criativa e humorada sua leitura
    de um trecho da vida de todos nós.
    Aider

    ResponderExcluir
  4. Oi Miguel,por acaso você tem um pouco de criatividade para me vender?
    Achei fantástico, parabéns!
    Do nada você criou uma obra belíssíma!
    Abraços
    Simone

    ResponderExcluir
  5. ola professor sou uma de suas alunas da 8 serie desse ano ou melhor dizendo antiga nos todos
    da 8A sentimos a sua falta e esperamos sinceramente que vc professor tenha uma carreira brilhante pela frente

    saudades do estimado professor

    francine e amigos

    ResponderExcluir
  6. Caro Miguel,
    A sutileza que percebemos na ressignificação de um objeto tão sem graça, sem importância, sem uso, pelas mãos de um artista sensível como você nos faz ver que não há materialidade que não seja assunto para a arte. Forma e conteúdo de mãos amarradas em sua obra SOB PRESSÃO. Adorei! Parabéns!
    Jorge Will.

    ResponderExcluir